Exposição Guerra e Paz de Portinari


Do que você tá falando? Do que se trata?

    Pra quem não sabe, “Guerra e Paz” são os nomes de dois painéis pintados por Cândido Portinari entre 1952 e 1956. Eles foram encomendados pelo governo brasileiro para presentear a sede da ONU, em Nova York. Localizados em um lugar de difícil acesso, no hall de entrada da Assembléia Geral, nunca puderam ser expostos no Brasil (a não ser no ano em que foram terminados).
    Acontece que entre 2010 e 2013, o edifício sede da ONU estará passando por uma grande reforma e esta se mostrou uma oportunidade única de trazer os últimos e maiores painéis do pintor brasileiro de volta a sua terra natal, para serem expostos ao público. O resultado disso pode ser visto no Memorial da América Latina por um curto período de tempo e eu fui lá conferir, já que meu quadro favorito é dele! E me deu um orgulhinho de ser brasileira.
    Fui visitar a exposição num final de semana, o que não é a melhor opção, pois tinham filas gigantescas. Apesar de as filas não terem tomado tanto tempo assim, tive sorte de o dia estar nublado, já que é tudo aberto. Estavam deixando as pessoas entrarem em grupos e, portanto, o tempo para apreciar a obra era contado no relógio. Não sei se em dias de semana é assim também.

"Guerra" e "Paz" e as pessoas pequenininhas perto deles.


    De qualquer maneira, foi realmente impressionante quando entrei no prédio em que estão os painés. Eles são monumentais! Muito, muito maiores do que eu esperava. Tirando isso, há também em outro prédio uma exposição dos estudos feitos por Portinari antes da criação efetiva das pinturas. Achei que não seria interessante, mas me enganei, sorte que não me deixei intimidar pela fila.
    Legal também é que no final da parte da exposição com os estudos tem alguns depoimentos de pessoas de renome sobre Portinari e sua obra e eu fico imaginando como deve ser incrível ter seu trabalho reconhecido assim. Principalmente quando muitos só tiveram o talento reconhecido depois da morte.

Detalhes da "Guerra".


    A exposição é gratuita e fica até dia 21 de abril na Fundação Memorial da América Latina (se bem que ouvi uma das moças que trabalhava lá dizendo que vão estender até a primeira semana de maio, mas não tem nada confirmado no site), de terça a domingo, das 9h às 18h. Pra quem não sabe chegar, é grudado na estação Barra Funda do metrô. Quem quiser, pode olhar no site da exposição e do Memorial.

Memorial da América Latina.


Eu deveria ir?

SIM – Eu sou um pouco suspeita pra falar, já que gosto bastante do Portinari e de obras de arte em geral, então por mim todo mundo deveria ir, sim! Uma oportunidade única de ver uma das maiores obras de um dos mais importantes artistas desse país. Mas…

NÃO – …se você não gosta de exposições de arte, não se emociona, não vê a menor graça, fica entediado, certamente não vai até a Barra Funda ver dois painéis, né? E se você se enquadra no meu apelo aí embaixo, por favor, fica em casa vendo televisão.

Cândido Portinari.


    Eu quero aproveitar o post pra fazer um apelo. Pelo amor de Deus, vamos investir na educação desse país? Qualquer lugar que você vá que tenha uma aglomeração de pessoas, você percebe claramente como a maioria delas é mal educada e não tem um pingo de respeito. Tem aviso na entrada do prédio de que é proibido tirar fotografia com flash (o que deveria ser óbvio) e adivinha qual a primeira coisa que as pessoas fazem? E as moças gritando a plenos pulmões pra desligarem o flash. Eu não entendo como alguém sai de casa pra ir apreciar uma obra de arte e não tem o menor apreço pelo que tá vendo. O que você tá fazendo ali, então? Sem contar as pessoas que ficam falando e falando durante os vídeos. Fora isso, que sempre me irrita, tinha uma falta tremenda de lugares pra sentar. Na parte dos estudos e esboços passava um filme e a quantidade de assentos era completamente insuficiente, eu estava com a minha avó, pergunta se alguém deu lugar pra ela sentar? Pois é. Logo acabou meu orgulhinho de ser brasileira. =/

Anúncios

2 comentários sobre “Exposição Guerra e Paz de Portinari

  1. Eu fui no domingo pré-Carnaval… =/

    No dia não tinha nenhum lugar p/ sentar, todo mundo sentou no chão mesmo. 😛

    Eu não sou muito fã de modernismo, mas achei os “rascunhos” dele bem interessantes (honestamente, preferia que tivessem sido definitivos >.>).

    Ehh, infelizmente a maioria das pessoas aqui é bem mal-educada… E nem sei se isso tem muito a ver com a educação no sentido acadêmico… x(

    • Né? Achei que os estudos e rascunhos iam ser chatíssimos, mas era bem legal, pelo menos dava pra ver a pintura de perto.
      E vc tem razão, tb não falo só de educação no sentido acadêmico, mas tá faltando a que vem de casa também, né…

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s