Being Human


Do que você tá falando?

    Being Human é um seriado de drama sobrenatural britânico (hein?) sobre três amigos que vivem juntos: um vampiro, um lobisomem e uma fantasma. A série da BBC fez sucesso suficiente pra lançarem a versão americana, como aconteceu com The Office, mas, ao contrário desta, eu resolvi assistir a versão original e não a americanizada! o/
    A série tem episódios grandes, de 1h (de verdade, não 40min como muitos americanos), porém cada temporada tem por volta de oito episódios apenas. O seriado já está na quarta temporada, sendo que a primeira foi lançada em 2009. Eu assisti todos os episódios e já estou em dia e, infelizmente, quase todos os atores principais saíram no final da terceira temporada, então fiquei meio assim, sabe, mas ainda estou gostando bastante da série até agora (apesar de terem inventado umas coisas na história que não me agradaram muito).
    É interessante assistir uma série britânica quando a esmagadora maioria das que vemos é americana, é um tipo bem diferente de humor (sim, tem cenas engraçadas apesar de ser um drama) e tem aquele sotaque legal de ouvir, hahaha.

George, Mitchell e Annie vendo pornografia de vampiro, hahaha!


Mas eu nem sei do que se trata!

    A história é bem simples, são três amigos “sobrenaturais”, uma fantasma, um lobisomem e um vampiro, como já disse, que tentam levar uma vida normal e se misturar com os outros seres humanos. Obviamente, isso não é tarefa fácil e eles não são os únicos “monstros” do tipo que existem no mundo e nem todos querem viver escondidos como eles.
    Tudo começa quando George e Mitchell, lobisomem e vampiro respectivamente, que já se conhecem há algum tempo, resolvem alugar um apartamento e viver uma vida “normal”. O que eles não sabem é que o apartamento é mal-assombrado pelo fantasma de uma jovem que morreu ali não faz muito tempo. Porém, como eles mesmos são criaturas sobrenaturais, conseguem enxergar a moça normalmente e acabam todos ficando amigos.

George em dois momentos bem diferentes.


    No meio de toda essa história já velha conhecida tem assuntos mais profundos, como George, um rapaz de grande capacidade e inteligência, que larga tudo por não saber como lidar com sua nova condição e não acreditar que seja capaz de viver uma vida plena tendo que se transformar numa criatura que repudia todo mês (bem mal feita, inclusive). Mitchell, que acredita que os vampiros podem viver muito bem sem se alimentar do sangue das pessoas (não que ele beba sangue de animais, ele simplesmente não bebe at all), mas parece ser o único querendo manter sua realidade em segredo enquanto os outros vampiros acham de deveriam se rebelar e dominar o mundo. Inclusive mostra um pouco como diabos eles mantem um punhado de gente morta com furinhos no pescoço longe da mídia. E tem também Annie, uma fantasma que ainda não entende bem sua condição ou o motivo de ainda estar presa na Terra e tem uma mania irritante de ficar fazendo café e chá toda hora que eu nunca entendi. Aliás, pobre Annie, tem que passar o seriado inteiro com a mesma roupa surrada.


Eu deveria assistir?

    Se não tiver esse preconceito de “ah, mais uma série de vampiros e blá blá blá”, tiver tempo, já que os episódios são grandes, e gostar de um pouco de drama. Considerando que a série fala sobre criaturas fantásticas, o autor meio que pode inventar muita coisa, por exemplo o que acontece ou deveria acontecer com Annie, quando ela finalmente passar dessa pra uma melhor (ou pior), então tem alguns episódios bem interessantes. E muitos outros que nada tem a ver com a condição “especial” deles. Mas certamente tem uns tantos que deixam você louco pra ver o que acontece depois.
 
    Se você prefere histórias mais “pé-no-chão”, que poderiam acontecer de verdade, realmente não é pra você, né. Se prefere uma sitcom de meia horinha pra assistir quando não tiver fazendo nada e dar umas risadas, também não é pra você. Se não tem tempo ou paciência também pode ser complicado. E se já viu e não gostou do estilo britânico, vá ver a americana!

Anúncios

2 comentários sobre “Being Human

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s