Um Violinista no Telhado


Do que você tá falando?

    Tô falando do musical “Um Violinista no Telhado”, que está atualmente no Teatro Alfa, com o José Mayer como protagonista, tá sabendo? Não? Agora tá!
    O musical tem como inspiração principal o conto “Tevye and his Daughters” de Sholom Aleichem (1859-1916), um dos principais e mais populares representantes do humor judaico. Na realidade, existe um filme de 1971 baseado no musical da Broadway, que é baseado no texto de Sholom Aleichem. Essa é nossa versão tupiniquim do espetáculo da Broadway.
    A peça tem um pano de fundo histórico e toca nas tradições judaicas numa época de mudança, mas o esquema todo é meio Jane Austen em Orgulho e Preconceito, sabe? Uma mãe mal humorada que quer arranjar casamento com homem rico pras suas mil (cinco) filhas e um pai que acaba deixando elas fazerem o que quiserem apesar de parecer conservador.
    Eu gostei bastante, é super divertido, engraçado e triste ao mesmo tempo, mas achei bem longo, tem 2h e 35min, e isso deixa um pouco cansativo, mas tem um intervalinho no meio. Como todo musical, tem músicas muito legais e algumas que só parecem gente falando cantado sem nem rimar nada, mas gostei da grande maioria. Todo mundo que tava comigo elogiou a atuação do José Mayer, mas em algumas partes eu não conseguia entender o que ele falava (aconteceu o mesmo com o Paulo José no filme “O Palhaço”). O cenário não é dos mais elaborados, mas é uma graça, com o céu e as casinhas ao fundo!


Mas eu nem sei do que se trata!

    A história se passa na aldeia judaica de Anatevka, na Rússia, onde o pobre leiteiro Tevye tenta resolver seus conflitos familiares enquanto enfrenta as consequências das diretrizes anti-semitas do Czar. Segundo o site: “Era a época dos conhecidos Pogroms, ataques em massa com clara finalidade de expulsão de judeus do território russo.”
    Tevye é pai de cinco filhas, Tzeitel, Hodel, Chava, Shprintze e Bielke (boa sorte em saber de quem estão falando no começo da peça), sendo que cada vez que uma de suas três filhas mais velhas se apaixona, mais Tevye vê sua família se afastar das antigas tradições judaicas, umas das coisas mais importantes que os mantém unidos em tempos de mudança. Segundo o site oficial:

    “Um violinista no telhado”: uma fábula sobre as mudanças
    “O conflito entre a tradição e a mudança serviu de eixo temático para alguns dos principais clássicos da literatura e do cinema. No teatro, “Um violinista no telhado” é a obra que melhor traduz a disputa silenciosa entre os costumes e a sua própria quebra. Tevye é um judeu pobre, leiteiro na pequena cidade russa de Anatevka, onde a vida em tempos de pré-revolução é tão instável como o poleiro de um violinista no telhado. “Talvez perguntem como é que mantemos o equilíbrio? Isso posso vos dizer numa palavra: Tradição”, anuncia Tevye em seu monólogo de abertura, denunciando então a tese que fundamenta toda história: são as tradições que servem de sustento ao povo judaico. Os tempos de mudança (personificados não só pelo contexto pré-revolucionário, mas também pela decisão dos mais jovens de não seguirem certos preceitos) vão por em xeque, porém, até onde esses costumes conseguem chegar sem serem destruídos.“


Eu deveria assistir?

    É muito interessante saber um pouco mais sobre a história e as tradições do povo judeu e como já sofriam bem antes do nazismo aparecer. Além disso é uma peça bem divertida e agradável, vale a pena.
 
 
    Tem gente que não gosta de musicais e tem gente que não muita tem paciência pra teatro. Se você for desses não vá mesmo, ainda mais considerando que é um pouquinho cansativo.

 
 
    Pra quem ficou interessado e quer saber sobre como comprar os ingressos e tudo mais, entre aqui no site oficial.
    O espetáculo vai até 15 de julho e os horários são: quinta, 21h; sexta, 21h30; sábado, 17h e 21h; domingo, 17h. O preço dos ingressos varia de R$40 a R$200 a inteira.

Anúncios

2 comentários sobre “Um Violinista no Telhado

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s