10 Livros que Marcaram Minha Vida

   Tá rolando no facebook uma brincadeira sobre 10 livros que tenham te marcado de alguma maneira. Primeiro uma amiga tinha me convidado e eu não dei muita bola pq eu não sou muito boa com escolhas (minhas listas são sempre roubadas). Depois minha irmã me convidou e eu continuei ignorando pq a preguiça era maior. Então, uma outra amiga me convidou e eu achei que era um sinal dos deuses pra eu participar disso logo.
   O único problema, além de eu não saber fazer escolhas, é que eu sou prolixa com essas coisas que deveriam ser breves. Então, ao invés de um post do facebook, decidi transformar isso num post do blog! Então vamos lá.
   Bom, quem me convidou para essa brincadeira foi a Alice, depois a Karla e a Priscila. Como é uma lista de livros que me marcaram, ela vai ser completamente emocional e vou tentar manter mais ou menos uma ordem cronológica (e dar uma explicaçãozinha). Vai ficar gigante e talvez ninguém vá ler, mas problema de quem me marcou, hahaha!
   A brincadeira é a seguinte:

   “Consiste em fazer uma lista com os 10 livros que tenham me marcado. A ideia é não gastar muito tempo, nem pensar muito (yeah, right). Não precisam ser grandes obras, apenas que tenham sido importantes pra mim. Eu tenho que marcar amigos que vão gostar da brincadeira. E eles têm que me incluir quando fizerem suas listas para que eu possa ver a lista deles. (Não se sintam obrigados a participar se não quiserem).
P.S.: quem não quiser publicar a lista no mural pode me falar por inbox, mas eu quero saber.”


10livros5 1) “A Terra das Coisas Perdidas” – Carlos Augusto Segato
   Esse é o primeiro livro que eu me lembro de ter lido que fosse “de gente grande”, ou seja, que tivesse mais coisas escritas que figuras, hahaha! E, meu deus, como eu amava esse livro! Preciso desesperadamente achar a mesma edição que eu tinha em algum sebo pra guardar pra sempre.

  

10livros11 2) “Mariana” e “Descanse em paz, meu amor” – Pedro Bandeira
   Tenho certeza que muita gente, assim como eu, cresceu lendo os livrinhos do Pedro Bandeira.

  

10livros1 3) “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban” – J. K. Rowling
   Claro que eu escrevi aqui o meu favortio, mas ele está representando toda a saga. Nem preciso explicar o motivo de Harry Potter estar nessa lista, né? (A verdade é que se Harry Potter não estiver na sua lista, eu vou te julgar em silêncio).

  

10livros9 4) “Vidas Secas” – Graciliano Ramos (“O Quinze” – Rachel de Queiroz)
   Coloquei os dois livros por terem uma temática e um efeito muito parecidos. E ambos foram livros obrigatórios do colégio, vejam só. Eu li “O Quinze” bem antes, deve ter sido um dos primeiros livros com uma temática mais adulta que eu li, mas “Vidas Secas” está bem mais vivo na memória. Me lembro de ler e reler o capítulo da Baleia (me debulhando em lágrimas, lógico), pensando que era uma das melhores coisas que eu já tinha lido.

  

10livros7 5) “Extremamente Alto e Incrivelmente Perto” – Jonathan Safran Foer
   Esse livro entra na lista pq, pra mim, ele carrega uma carga emocional pesadíssima. Ele conseguiu mexer comigo de uma maneira muito profunda, coisa que nunca tinha acontecido antes (e nem depois). TEMÇU.

  

10livros6 6) “A Vida de Pi” – Yann Martel
   Preconceituosos de plantão que digam o que quiserem (mimimi bestseller), eu amei esse livro de paixão, achei incrível mesmo. Depois de terminar eu ainda passei um bom tempo lendo coisas na internet e descobrindo novos detalhes e significados que eu ainda não tinha percebido. Acho um livro fantástico, beijo no ombro.

  

10livros2 7) “1984” – George Orwell (“Admirável Mundo Novo” – Aldous Huxley)
   Novamente coloco os dois livros na mesma categoria por serem muito parecidos em vários aspectos. “Admirável Mundo Novo” marcou mais pq eu ainda era bem nova quando li, não tinha tido tanto contato com esse tipo de conteúdo mais “sério” (?). Mas, pelo mesmo motivo, não consegui aproveitar e absorver tanto dele quanto de “1984” e pretendo ler de novo.

  

10livros4 8) “Fundação” – Isaac Asimov
   No mundo da ficção científica, Asimov é deus. O primeiro livro da trilogia é sem dúvida o melhor e sua descoberta veio numa fase que combinava perfeitamente. Junte aí “O Guia do Mochileiro das Galáxias” e “A Máquina do Tempo” e minha base literária nerd está formada.

  

10livros8 9) “O Nome do Vento” – Patrick Rothfuss
   Descobri que o meu gênero literário favorito (pelo menos atualmente) é fantasia e isso se deve em grande parte a esse livro. Fantasia de extrema qualidade, um dos melhores universos já criados. Acho muito difícil você inventar um universo novo, mas que seja absolutamente coerente e, de certa forma, “crível”. Patrick Rothfuss consegue fazer isso com maestria. E que criatividade, cara…

  

10livros3 10) “Mar Morto” – Jorge Amado e “Cem Anos de Solidão” – Gabriel Garcia Márquez
   Só pq ambos marcaram a minha volta à literatura de qualidade. Quando comecei a ler “Mar Morto” me deu até um calorzinho no coração de ler uma coisa tão bem escrita depois de tantos livros mais voltados pro entretenimento puro. E “Cem Anos de Solidão” acho que foi o encontro perfeito entre esses dois lados, não necessariamente opostos.

  

10livros12 Extra) “Quintana de Bolso: Rua dos Cataventos e Outros Poemas” – Mario Quintana
   Ainda nem li esse inteiro, mas coloco aqui pelo simples fato de que foi o primeiro e único livro de poemas que eu já comprei na minha vida simplesmente pq eu quis ler. Beijo, Mario Quintana!

  

Curiosidade: Achei legal colocar nas imagens exatamente as mesmas edições que eu li, então não estranhem se alguns livros tiverem capas esquisitas, algumas edições são bem velhas.

   E aí, que livros marcaram a vida de vocês?

Anúncios

2 comentários sobre “10 Livros que Marcaram Minha Vida

  1. Graças a mim vc leu “A vida de Pi”, “Mar morto” e “Extremamente Alto e Incrivelmente Perto”. Agradeça-me. Aliás, vc colocou 15 livros na sua listinha de 10.

    • Mais ou menos, mais ou menos. “Mar Morto” certamente foi por sua causa. “A Vida de Pi” mais ou menos pq eu super ignorei quando você leu e só depois que eu quis ler por vontade própria, hahahaha! E “Extramamente Alto e Incrivelmente Perto” foi só pq eu queria ler o outro dele, “Tudo Se Ilumina”, mas só tinha esse, então acabei lendo esse mesmo, hahaha!

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s